Single Sign On: a chave mestra da internet




Imagina que ao entrar em casa você tenha um molho de chaves, que o portão do condomínio tenha duas portas, além da porta da sua garagem e da sua sala e que há uma chave para cada uma dessas portas. Segurança ou perca de tempo? SSO ou Single Sign On é uma das aplicações da tecnologia de RPA (Robotic Process Automation) que automatiza processos repetitivos e operacionais que não precisam de ação humana para serem realizados de forma assertiva.

Logins e logouts são excelentes exemplos de como um robô pode imitar ações humanas mecânicas, ele copia os dados de autenticação de um usuário para que passando por diferentes plataformas para que o cliente precise fazer o login apenas uma vez. Em atendimentos aos clientes, os bancos de dados, sistemas e plataformas utilizados são muitos e todos requerem autenticação, com um sistema de SSO tudo isso pode ser unificado tornando todo processo mais simples.

Quando você entra no Spotify ou entra naqueles sites de quizzes, você se depara com uma mensagem que diz “fazer login com sua conta do Facebook”? Isso é um exemplo de SSO, hoje, a maioria dos cadastros rapidamente são feitos pelo Facebook.

Assim, não somente ao ser atendido por uma empresa, mas no dia a dia, as ferramentas de RPA programadas para funcionar como SSO otimizam muito o tempo do usuário final, simplificando tarefas simples e melhorando a experiência do cliente.

Há quem tenha receio quanto a segurança de se usar SSO, mas hoje em dia, ferramentas como Tolkien automatizados ou reconhecimento digital podem garantir que de fato é o usuário em si que está realizando o login. Sendo assim, SSO é uma das aplicações mais perceptíveis das soluções de RPA, que simplifica os processos dos agentes nas empresas e melhora a experiência do cliente.

Comentários

Seu endereço de email não será publicado.