Author Archives: Blog Indigosoft

Turnover: como a tecnologia pode ajudar a resolver esse problema

Considera-se um alto turnover - nome dado a rotatividade de funcionários – uma porcentagem acima de 5%. O cálculo se dá entre a razão dos funcionários desligados sobre o total de funcionários da empresa durante o mesmo período vezes cem. Uma alta taxa de rotatividade impacta a empresa de diversas formas: desde financeiramente com os custos de rescisão, recrutamento, seleção e a baixa produtividade na curva de aprendizado dos novos funcionários até na cultura organizacional, com a oscilação de motivação e confiança da equipe, que teve que absorver a carga de trabalho daqueles que deixaram a companhia. As causas de…

As escolas falam a mesma língua que os alunos?

Seu filho gosta de ir para escola? Você sente que a escola fala a mesma língua que os jovens? Que ela consegue se manter atrativa? Muito provavelmente não, correto? A verdade é que as gerações mais novas estão em outra dinâmica e o ensino ficou obsoleto para eles. A escola é bastante conteudista, isto é, trabalha de modo expositivo os muitos conceitos, que o aluno apenas decora e depois é avaliado em cima do conteúdo. Visando sempre rankings e colocações em vestibulares, sem pensar no depois. Esse aluno estará preparado como cidadão e em sua futura profissão? O conhecimento é…

Urnas eletrônicas são suscetíveis a fraudes?

Primeiro, devemos dizer que ao mesmo tempo que é importante que as urnas sejam passíveis de auditorias, questionar e descredibilizar o resultado de uma votação, causa instabilidade no processo democrático, ainda mais com um ambiente polarizado e inflamável como o cenário político atual. Desde que foi instaurada nas eleições de 1996, a urna tem seus críticos. O maior deles Diego Aranha da UnB, Professor da Unicamp e especialista em segurança e fraudes tecnológicas, fez um teste em 2012 apontando resultados críticos: facilmente conseguiria determinar o voto de alguém pelo horário registrado na máquina, o que acabaria com a certeza do…

Quando seu cliente vai embora e nem lhe diz adeus

Bye bye, so long, farewell! Seu nível de evasão de clientes está aumentando, mas você não sabe por quê? Está completamente sem controle? Primeiro, eu queria lhe perguntar se você valoriza os “clientes reclamões”, porque a maioria vai simplesmente ir embora para o concorrente sem nem dar uma notificação. As reclamações servem como um balizamento de quais pontos são dignos de melhora. Quem ainda corre atrás, ainda se importa com seu esforço para tentar reverter a situação dele, e se assim for feito, ele tem chances de ficar. Um chamado “hater” quando bem cuidado e com problema resolvido, tendo bom…

Sua empresa está pronta para atender as exigências dos seus clientes?

As pesquisas já provaram que é mais barato manter sua cartela de clientes do que buscar novos. Hoje, caso os clientes se sentirem mal atendidos ou o custo-benefício não for atrativo, ele não fica, porque ele tem esse poder de escolher entre você e seus concorrentes. E o que lhe difere? Você sabe quais coisas eles exigem para poder ficar? É sempre bom perguntar e pesquisar especificamente quais coisas deixam seu cliente insatisfeito. Mas, de maneira geral, os clientes se irritam com algumas coisas em comum, especialmente os Millennials que possuem comportamentos, preferências e pensamentos em comum. São eles demorar…

Quais são as competências do futuro?

Entenda um fato: a Transformação Digital está acontecendo. Muitos postos de trabalho hoje deixarão de existir amanhã. Tudo que for robotizável – repetitivo e operacional – será automatizado. Isso porque no futuro o ser humano que deixará de fazer o trabalho de uma máquina, para fazer algo em que realmente ele é necessário, justamente por ser humano. Mas o que nos distingue das máquinas que cada vez estão mais inteligentes? O mercado pode unir sim o útil ao agradável. A matéria da Dinheiro Vivo intitulada “Quem tiver estas competências vai sobreviver à revolução das máquinas” descreve muito bem essas caraterísticas…

Quem não se adapta, fica para trás!

A humanidade evolui, tal qual as espécies evoluem. A Teoria da Evolução de Darwin diz que o ambiente muda e o seres com as características mais adaptáveis às novas condições sobrevivem enquanto os demais foram extintos. Muito tempo depois, a tecnologia permitiu que os ambientes mudassem cada vez mais e deu “poderes” ao ser humano incomparáveis. Essas mudanças ocorrem cada vez mais rápido, e a agora é a vez das empresas, ou se adaptarem, ou serem extintas. A Netflix acabou com as locadoras? As câmeras digitais destruíram a Kodak? O Uber prejudicou os taxistas? Essas empresas nasceram de uma necessidade…

Insurtechs: a transformação digital chega ao setor de seguros

O setor de seguros é um dos mais tradicionais que existem, junto com o bancário. Seus processos são recheados de burocracia, falta de personalização e inacessibilidade - os clientes têm dificuldade de entender o que estão adquirindo e de adquirir bons planos com poucos recursos financeiros. Mas na hora em que um seguro é acionado, o cliente está em um momento de estresse, necessidade, espera-se por tanto, um atendimento rápido e eficaz. As chamadas Insurtechs (insurance - seguro em inglês - + tech, de tecnologia) vieram para quebrar esse paradigma. Já existem, por exemplo, seguradoras com o processo de vendas…

Inteligência Artificial e Gestão de Pessoas: Conheça os segredos de um RH digital

A tecnologia de automação de processos não é mais somente aplicada a Contact Centers e Telecom. Qualquer setor e até departamento podem sim se render à Transformação Digital, porque todo mundo tem processos operacionais monótonos, repetitivos e dispendiosos, que fazem você pensar que poderia investir suas horas, energia e conhecimento em algo mais produtivo e, por que não, agradável? O setor de Recursos Humanos não é exceção, a transformação já começou. Uma visita na feira de RH, o CONARH, você descobre um milhão de ideias de soluções desenvolvidas para a área, como por exemplo, Inteligência Artificial para a triagem de…

Você está preparando seu filho para hoje ou para o futuro?

Encare um fato: as formas de trabalho estão mudando. Os estudos dizem que um terço das profissões de hoje deixaram de existir, pois serão postos automatizados. Não que isso seja algo ruim, os humanos deixarão de ocupar posições monótonas, repetitivas e muito dispendiosas, é enfadonho para o funcionário, dispendioso para o empresário e mais tempo de espera para o cliente. O ser humano vai se concentrar em tarefas em que ele é especialista, precise se relacionar, analisar e criar. Mas, francamente, nossas escolas estão formando esses funcionários? O jovem de hoje é bombardeado por várias informações ao mesmo tempo. 40…