Quais são as competências do futuro?



Entenda um fato: a Transformação Digital está acontecendo. Muitos postos de trabalho hoje deixarão de existir amanhã. Tudo que for robotizável – repetitivo e operacional – será automatizado. Isso porque no futuro o ser humano que deixará de fazer o trabalho de uma máquina, para fazer algo em que realmente ele é necessário, justamente por ser humano.

Mas o que nos distingue das máquinas que cada vez estão mais inteligentes? O mercado pode unir sim o útil ao agradável. A matéria da Dinheiro Vivo intitulada “Quem tiver estas competências vai sobreviver à revolução das máquinas” descreve muito bem essas caraterísticas e gostaríamos se você refletisse se sua educação e formação permitiu que você as tivesse? Elas não são exatamente conteúdos da escola que você decora e sim, habilidades desenvolvidas socialmente.

Saber resolver problemas complexos e ser criativo é um exercício, depende do seu repertório, inclusive hobbies e conhecimento geral, alguns trabalhos como Feiras Culturais ou Científicas podem despertar isso, mas é preciso muito mais do empenho do aluno. Ser crítico e analítico também requer uma bagagem prévia, saber diferentes correntes de opiniões para tomar sua decisão, analisar dados tem a ver com a forma com que você gera conhecimento a partir de uma informação e disserta sobre sua opinião.

Nosso mundo valoriza muito o racional, mas já pensou que o que nos difere das máquinas é a emoção? Saber tomar decisão assertiva e com bom senso, fazer negociações são habilidades que necessitam empatia, traquejo social e inteligência emocional. O mercado valorizará muito ainda essa habilidade, saber a maneira certa, hora e local para demonstrar emoções, saber entender o outro, ter automotivação e resiliência. Tudo que envolve outrem necessita autoconhecimento e saber lidar com emoções, atender bem um cliente, gerir e cooperar em equipe. Ser humano, afinal de contas, é o nosso diferencial.

Comentários

Seu endereço de email não será publicado.