Categoria: Notícias

Automação: Você foi enganado.

Por Wellington Alves - Head de Automação na Indigosoft A grande onda de automação que o momento atual propõe, nos remete a uma análise final de resultado. A automatização de um processo, requer um grande movimento que combina tecnologia e conhecimento do negócio. O principal embasamento para entender o quão efetivo fomos com a automação, é entender se o resultado foi um controle maior junto com a substituição da mão de obra. Controle Com o objetivo de gerar maior controle para gestão e melhorar a tomada de decisão, a automação propõe a integração de todas as fontes de informações da…

Meu negócio não usa tecnologia. Por que devo me preocupar com a Transformação Digital?

Por redação Em um espaço de tempo relativamente curto, a tecnologia contribuiu tanto na longa história da humanidade, que se você, como eu, você foi apresentado um dia à "tecnologia da informação" através de uma conexão discada, sabe do que estou falando. Você também pode ter experimentado a triste decepção de "navegar na internet" em um celular com internet 2G pelo Opera-mini e nem foi a tanto tampo assim que isso aconteceu. Bem, você vai adorar conhecer o próximo nível de toda esta história: a 'Transformação Digital’ é o próximo nível de tudo que eu e você já conhecemos. Imagine…

3 provas de que a Transformação Digital já está acontecendo e você nem notou

Por Rafson Rafael - Gerente de Desenvolvimento na Indigosoft Não é segredo para ninguém que a tecnologia nos cerca, chegando ao ponto de transformar qualquer empresa de hoje comparada a uma empresa de TI de 20 anos atrás, tamanha é a capacidade de armazenamento e processamento que qualquer empresa precisa. Dito isso, vamos entender como a Transformação Digital faz parte de nossas vidas: 1 – Convergência digital Vivemos uma época onde empresas pequenas são adquiridas por empresas grandes. Grandes empresas englobam os procedimentos e processos da empresa adquirida, mas com um tempo isso vai virando uma bagunça tecnológica com diversas…

A verdade sobre a extinção das profissões com a chegada da Automação

Por Wellington E. Alves - Head of Automation na Indigosoft Com a chegada da era digital, o movimento por robotização da mão de obra se tornou cada vez mais forte. Robôs não reclamam de altas cargas de trabalho, não esquecem, não tem hora de descanso, não tiram férias. A era digital trouxe com ela uma grande questão para o futuro de algumas profissões. A especialização se torna ponto principal da evolução, pois para “programar” uma máquina precisa de uma pessoa que saiba o que aquela máquina precisa fazer. Pegando carona em um termo um pouco polêmico, por isso não vou…

Vou sair na frente se eu investir em Automação?

Por Wellington E. Alves - Head of Automation Manter o relacionamento, criar engajamento, fortalecer marca, integrar atividades são alguns dos desafios do nosso mundo moderno. Para atender bem, precisamos oferecer soluções inteligente que maximizam a produção. Com um mercado dinâmico, automatizar tem que seguir a linha de substituição da mão de obra humana, em busca de racionalizar custos e apontar para melhores resultados. Monitorar processos, controlar head count, ser pró ativo, são desafios que nos trazem as perguntas: O que automatizar? Quando automatizar? Para alcançar tais respostas, proponho entendermos melhor as definições de automação. A substituição do trabalho humano, por…

2017 será o ano das extorsões via e-mails empresariais

Em 2017, a indústria de segurança cibernética vai aterrissar em um território completamente novo, tendo em vista que o cenário de ameaças digitais de 2016 abriu novas portas que poderão ser exploradas para uma série de ataques, afirma Raimund Genes, diretor de Tecnologia da Trend Micro. A companhia acaba de divulgar seu relatório anual de previsões de segurança, "The Next Tier – 8 Security Predictions for 2017", e as conclusões não são nada animadoras. Visando lucrar cada vez mais, os cibercriminosos contarão com diferentes táticas para arquitetar novos golpes, inseridos em um cenário tecnológico em plena transformação. O número de…

6 Dicas para planejar metas para 2017

Segundo um estudo feito pela pesquisa da Universidade de Scranton, nos Estados Unidos, 45% das pessoas fazem listas de promessas no Ano Novo, mas somente 8% das pessoas conseguem colocá-las em prática. Nany Martins, coach Awee4life, dá dicas de como planejar metas para 2017: 1 – Liste suas prioridades A prática das listinhas de desejos no fim do ano é muito comum, mas, na maioria dos casos, grande parte deles não sai do papel. Muitas vezes isso acontece porque você quis colocar tudo em uma só lista. Pois então, aí vai a minha dica: comece com aquilo que é prioridade…

Zo, o novo robô da Microsoft, não discute política ou racismo

Se você estiver se sentindo solitário ou solitária, a Microsoft tem um novo chatbot com o qual você pode conversar. A empresa disponibilizou recentemente a versão de testes do Zo, um robô de conversas, por meio do aplicativo Kik. O objetivo do Zo, de acordo com uma declaração da Microsoft à Bloomberg, é "avançar capacidades de conversação dentro da nossa plataforma de inteligência artificial". Por "conversação", no entanto, a empresa parece entender algo que não inclui assuntos como política e racismo. Nos testes feitos tanto pela Bloomberg quanto pelo site MS Power User, o Zo se recusou a dar prosseguimento…

Como a computação cognitiva tocará sua vida em 2017?

Aqui estão minhas previsões sobre as muitas maneiras pelas quais nos encontraremos com a tecnologia cognitiva. Estão organizadas em ordem decrescente de probabilidade sobre a vida pessoal e/ou profissional. Você experimentará o serviços cognitivos de atendimento ao cliente: A maioria das aplicações de comércio eletrônico agora incluem bate-papos online que surgem automaticamente e/ou a seu pedido para responder suas perguntas, recomendar produtos e, de alguma forma, tornar a experiência mais perfeita e satisfatória. Por trás da interface de conversação de linguagem natural estão algoritmos cognitivos construídos e sintonizados por cientistas de dados através de experiências reais , testes A/B, aprendizado…

Robôs como Pepper serão mais valiosos que smartphones, diz especialista

Robôs alimentados com inteligência artificial deixaram de ser exclusivos de filmes de ficção científica para assumirem seu papel cativo ao lado de famílias de carne e osso. Pepper, criação da empresa japonesa Softbank e de sua subsidiária francesa Aldebaran Robotics, é um dos exemplos de quão distante a tecnologia já chegou. Apresentado pela primeira vez em 2014, Pepper, com seu 1,21m de altura e 28 quilos, foi concebido, inicialmente, para ser uma espécie de robô de estimação, cujos grandes olhos atentos e voz infantil, soam como a materialização de um personagem robótico de mangá. Em resumo, o que distancia Pepper…