Automação: Você foi enganado.

Por Wellington Alves - Head de Automação na Indigosoft

A grande onda de automação que o momento atual propõe, nos remete a uma análise final de resultado. A automatização de um processo, requer um grande movimento que combina tecnologia e conhecimento do negócio. O principal embasamento para entender o quão efetivo fomos com a automação, é entender se o resultado foi um controle maior junto com a substituição da mão de obra.

Controle
Com o objetivo de gerar maior controle para gestão e melhorar a tomada de decisão, a automação propõe a integração de todas as fontes de informações da corporação em um único local, para uma visibilidade ampla.

Negócio
É muito importante conhecer o negócio ao qual a automação está proposta. Uma equipe de processos que vive o dia a dia de uma operação, é fundamental para ter um nível de interlocução muito grande.

Automação
É muito importante entender qual são os parâmetros para se construir um resultado melhor, por exemplo, em uma operação onde você busca o aumento do faturamento, precisamos tomar cuidado quando falamos de conversão.
Aprofundando no assunto, a conversão pode ser calculada friamente na quantidade de clientes atendidos e quantidade de vendas efetuadas. Pois bem, se atendermos 100 clientes por dia e finalizarmos 10 vendas a conversão fica em 10%, lembrando que são números frios, sem falar de inaptas, quedas ou problemas sistêmicos.

Seguindo a linha de raciocínio, a automação pode vir a propor um maior número de atendimentos, por exemplo, propondo aumentar em 50% os atendimentos para 150. Qualquer aumento que não seja maior ou igual a 50%, não vai alterar o fator conversão ou seja, se eu não fizer 15 vendas ao invés de 10, a conversão vai cair, porém não quer dizer que não estou retornando mais dinheiro para a corporação.

Conclusão
E aí que entra a junção de todos os fatores necessários para uma automação fim a fim (end to end). O conhecimento do processo é fundamental para equipe que faz o mapeamento, entendendo de forma global a necessidade de entendimento dos fatora que serão o suporte para a operação atuar de maneira satisfatória. Gosto de exemplificar com fatores do dia a dia, seguindo essa linha no exemplo citado, não adianta automatizar apenas os sistemas, é preciso trazer as informações de modo que sejam agrupadas informações relacionadas, como histórico de clientes, o que o cliente mais consome, em que momento mais consome entre outros fatores e exibir em tela de 3 a 5 opções de convencimento para o operador ter um norte. A automação é constância, por isso é fundamental uma equipe focada e dedicada, para semanalmente propor mudanças, conforme o comportamento dos clientes. Automatizar uma parte, muitas vezes nos remete a miopia dos números, somente uma automação fim a fim lhe permite desfrutar de melhores resultados. A automação ideal começa com a escolha de um fornecedor que tenha uma ferramenta de alto desempenho, flexível e de fácil adoção. Pense bem antes de iniciar esse processo, pois não tem volta, e uma automação pode se tornar frustrante se entregue a quem não tem experiência.

Comentários

Seu endereço de email não será publicado.